Sunday, December 17, 2006

Buy Nothing Day

O International Buy Nothing Day ( INBD ) é um dia de protesto em que milhares de pessoas por todo o mundo marcham pelo mesmo objectivo, parar com o consumismo exercebado que a nossa sociedade é. Normalmente, este protesto decorre em cidades de países como os Estados Unidos e Canadá, mas ultimamente tem começado a ter um grande apoio também de cidades europeias que também protestam contra o materialismo, consumismo, etc. Como é obvio, este dia de protesto decorre uma vez a cada ano, e sempre no dia anterior ao de Acção de Graças ( E.U.A. e Canadá ), já na Europa este protesto é mais evidente nas semanas precedentes ao Natal, época em que o consumismo é levado ao extremo e que tantas vezes é uma ofensa para os países de terceiro mundo. Muitas vezes este dia é apelidado de "Sexta-Feira Negra", devido ao dia de Acção de Graças se celebrar sempre a um Sábado.

O "Buy Nothing Day", em português: "Dia sem compras", foi iniciado pelo artista canadiano, Ted Dave. O objectivo para além da clara negação ao consumismo e materialismo é um objectivo a longo prazo, não consiste em fazer-se uma marcha em protesto um dia por ano e está acabado. O BND é mais que isso, quem se afirma seguidor da ideia anti-consumo de Ted Dave tem por objectivo não comprar absolutamente nada pelo menos um dia por semana, de forma a quebrar aos poucos a corrente consumista em que estamos presos. Várias personalidades fazem referência a este dia, entre elas estão duas bandas punk: Chumbawamba e os Rise Against. Este movimento que eu tenha conhecimento ainda não chegou ás ruas de Portugal, eu mesmo só o conheci a partir do site oficial dos Rise Against, contudo é impossivel negar o impacto que este movimento vai tentando ter e a sua importância, a este movimento estão também ligadas importantes organizações como a Peta e está ligada a alguns membros da organização Greenpeace e Sick Of It All . Conta também com uma forte influencia da corrente artistica, como é o exemplo das duas bandas acima demonstradas, seja de que forma for tem por objectivo dar motivos para as pessoas pararem e pensarem se devem mesmo continuar a viver na "sociedade materialista" que hoje existe . As manifestações foram escolhidas para esta altura do ano, devido a ser a época mais consumista de todo o calendário, também nesta época do ano cresce dentro de nós um hipocrita que tem muita pena e se preocupa com tudo aquilo que está mal na sociedade. As datas não são por acaso.



Claro que este movimento acima de tudo é um movimento anti-globalização, pois quem lucra com tudo isto são as grandes multi-nacionais que pela calada vão-se apoderando das empresas menores e dando o valor que muito bem lhes apetecer aos produtos. Sem qualquer concorrência!
Mas porque fui eu escrever sobre este movimento? Muito simples, estando nós naquela altura do ano em que o importante é comprar, seja para quem for, torna-se indispensavel algumas mentes continuarem fora desta lavagem cerebral a que somos sujeitos, principalmente nesta altura do ano. Anúncios na televisão, rádio, revistas, internet. Estejamos onde quer que seja somos bombardeados por todos os lados por este consumismo, e claro que nós seres portadores de pouca inteligência mordemos o isco com facilidade. É bom as pessoas raciocionarem, ( sim, porque para a maioria pensar já é dificil, quanto mais raciocinar!!! ), e levantarem-se do seu sofá e protestarem contra o que pensa estar errado na sociedade, seja o que for. Mais passividade do que a que vivemos hoje em dia é impossivel.

O BND é um dos muitos movimentos que existem para nos soltarmos destas prisões consumistas em que vivemos, cá não temos esta manifestação, mas cada um de nós se pelo menos durante um dia da semana não comprar absolutamente nada já está a colaborar nesta grande organização. Temos o objectivo de acabar com a globalização então somos obrigados a agir e lembrem-se que com a globalização os principais lezados serão os pequenos, tal como está a acontecer agora em Portugal. Temos que deixar a passividade de lado, sermos comedidos nas compras que efectuamos e pensarmos bem se a sociedade em que vivemos não será altamente materialista. Materialismo, esse grande flagelo da sociedade, parece uma praga, mas ninguém faz nada para a parar. Por isso digo-vos, procurem esta organização e re-vejam os vossos ideias consumistas.

P.S - Eu tentei fazer o upload de algumas imagens, contudo o servidor do blogger só me permitiu fazer o upload da imagem em exposição. Sendo este um movimento de grande importância é sempre bom terem uma imagem melhor do que este movimento realmente representa. Não se esqueçam, um dia por semana sem compras não é impossivel!

Imagem n.º 1 Imagem n.º 2 Imagem n.º 3 Imagem n.º 4

2 comments:

Nuno said...

É uma boa iniciativa, mas para mim, num dia normal de semana, é completamente impossível.

Para chegar à faculdade uso: 1)autocarro, 2)comboio; 3)metro.
Claro que tenho passe, mas só com muito boa vontade é que não podemos considerar isto uma compra, só que diluída.

Depois tenho o café matinal (indispensável a não ser que prefiram uma versão sonâmbula de mim) e o café pós-almoço (se não como estudar à noite?).

Pelo meio mete-se o almoço (com o Corte Ingles ao lado muitas vezes o almoco e numa qualquer multinacional de fast food).

Eventualmente ainda lancho. Agora nas vésperas natalícias todos os objectos nas montras parecem a prenda ideal para alguém.

Repito, completamente impossível.

Moral da história: os Rise Against voltam a não vir a Portugal depois da última vez que não tocaram por falta de público

Anonymous said...

Além de ser um texto esclarecedor sobre esta iniciativa, para alguém como eu que se irrita facilmente com o consumismo e em especial o desta época, este texto está escrito de forma quase terapêutica
:)
uma opinião esclarecedora, sem uma tomada de posição radical.

ana