Friday, April 27, 2007

Ryan Adams em final de semana


Esta semana foi uma constante, chegar a casa cansado. Para matar este parasita que se apodera de nós, o cansaço, cada um tem as suas soluções. Uns tomam um banho quente, outros destroem a equipa rival na consola de jogos, outros não fazem absolutamente nada - como é o meu caso. Penso ser justo dizer que quando pensamos conhecer todas as boas bandas e todos os bons cantores surge sempre mais algúm que nos surpreende, andava eu nos anais do YouTube á procura de alguma música que agora me falha o nome que descobri um individuo, com aspecto de cromo, chamado Ryan Adams. Para dizer a verdade, surpreendeu-me, ao contrário do seu congénere britânico Bryan Adams, este nativo da Carolina do Norte sabe cantar e bem. No seu reportório surgem-nos canções de country e de um rock a fugir para o folk, ou como agora gostam de chamar "emo". A satisfação de chegar a casa e adormecer depois de um dia cansativo, a saber que amanhã será outro igualmente insipido, a ouvir Ryan Adams é algo que me é transcendente. É música de momento, que fica sempre bem em qualquer filme e em alguns momentos da vida real também fica bastante bem.


Mas afinal quem é este Ryan Adams? Assim, sem consultar nenhuma Wikipédia ou algo do género vou escrever do que me lembro sobre este petiz. Ryan tem agora uns 30 anos, nasceu na Carolina do Norte e foi criado pela sua avó materna, quando tinha 16 anos e completado o 10º ano decidiu que a escola já não lhe oferecia nada de positivo e que iria enveredar por uma carreira musical. Destacou-se no panorama musical lá da terrinha em que vivia, mais tarde decidiu partir para Nova York onde esperava encontrar mais opurtunidades para singrar no mundo da música. E tanta era a sua vontade que conseguiu, neste momento é um brilhante compor de canções e um grande interprete, apesar de como o próprio o diz : "Fumar droga anda a estragar-me a voz." Faz-me lembrar um Dylan nos tempos de juventude, é um cantor Folk que não tem o reconhecimento que merecia.


Canções como "My Sweet Carolina", "To be the One", "Desire" são músicas de grande qualidade, que qualquer fã de boa música deve de apreciar. Aconselho-vos vivamente a ouvirem as suas músicas, porque valem mesmo muito a pena, no YouTube encontram-se ás carragadas. Agora se me permitem vou descançar e alimentar o cansaço, só são dois dias de descanço, um derby e não mais que umas quantas horas, apenas 48, demasiado pouco. Mentalizar-me com a mágica terra da Carolina do Ryan até adormecer, não peço nada melhor.

1 comment:

vitor moura said...

lol esse uma vez bateu num tipo que estava la a ver o concerto por lhe ter pedido para tocar a "summer of 69" do Bryan Adams